Atlas da Biodiversidade Marinha

O presente trabalho surge no âmbito da valorização e divulgação dos valores naturais presentes na faixa costeira entre os 0 e os 30m de profundidade que se estende entre a Comporta, no distrito de Setúbal e o limite SE do Parque Natural da Costa Vicentina, localizado no Burgau, no distrito de Faro. Apesar de o presente documento não se destinar a um público académico, tem por objetivo preencher o hiato entre o conhecimento científico e o público geral apresentando de forma simples e objetiva as forças motrizes que atuam na estruturação e manutenção da riqueza dos ecossistemas presentes nas zonas costeiras, apresentando os principais grupos presentes e compilando algumas das principais espécies que se podem identificar nos andares litorais.

Através do presente documento pretende-se cativar a atenção e o interesse do público em geral para alguns dos sistemas naturais mais fascinantes, dinâmicos, sensíveis e bem preservados em Portugal Continental. Um segundo objectivo deste trabalho é aumentar o conhecimento e sensibilidade do público em geral para a grande relevância da preservação e proteção dos ecossistemas marinhos costeiros. Nos capítulos subsequentes apresenta-se uma caracterização dos principais biótopos presentes na região costeira e as suas forças estruturantes; são apresentados os principais grupos presentes e listadas algumas das espécies mais frequentes na área considerada para o estudo.

Os dados utilizados para a compilação da presente peça escrita foram amostrados em 46 pontos de amostragem realizados nos anos de 2011 e de 2013 recorrendo a mergulho com escafandro autónomo. No âmbito da caracterização dos ecossistemas presentes na região entre-marés foram amostrados 40 locais diferentes e foram feitas prospeções visuais em 7 zonas distribuídas ao longo da área de estudo no ano de 2012.

Adicionar novo comentário