10. Praia da Lagoa de Melides (acesso Norte)

10. Praia da Lagoa de Melides (acesso Norte, junto ao vértice geodésico da Vigia; N 380 08’ 07.5’’- W 80 47’ 23.9’’)

A Lagoa de Melides estende-se por uma área de 26 hectares, e é formada pela acumulação de água doce proveniente da Ribeira de Melides (Figura 36). É possível observar arrozais e vegetação nas margens, percorrendo os seus limites norte e sul, ao longo dos acessos por estrada que a contornam. A ligação da Lagoa de Melides ao oceano é, regra geral, de curta duração e ocorre na Praia de Melides.

10-01 - Acesso norte da Praia da Lagoa de Melides (N 380 08’ 07.5’’- W 80 47’ 23.9’’):

Estando junto ao vértice geodésico da Vigia, ou no topo da arriba (N 380 08’ 05.8’’- W 80 47’ 28.8’’) é possível disfrutar de uma vista panorâmica privilegiada sobre o ALTS (Figura 36). Este ponto está sobre o limite sul de um pequeno troço de arriba com características idênticas às das praias da Galé e da Aberta Nova.

A arriba é constituída por rochas sedimentares detríticas do Plio-Plistocénico e está coberta por dunas, dando lugar para norte a um extenso campo dunar. Para sul, observa-se a parte final da Lagoa de Melides (embocadura), o seu limite com a praia emersa e o campo dunar adjacente (cordão dunar frontal e dunas incipientes na margem norte da lagoa). A Lagoa de Melides só se encontra ligada ao oceano durante poucos dias do ano, regra geral, 2 a 3 dias. Durante o período de Inverno, pode ocorrer a abertura natural da lagoa, ou seja, ocorre o rompimento da barreira de sedimentos que constitui a praia emersa, em frente à embocadura da lagoa. Este rompimento resulta do efeito exercido pelo volume de água armazenado na lagoa durante os períodos mais chuvosos ou quando a praia emersa se torna mais estreita, após a ocorrência de temporais sucessivos. Nestas condições a ligação da lagoa com o oceano é mais prolongada podendo atingir períodos de abertura com duração próxima de um mês.

Figura 36- Vista panorâmica para S da Praia de Melides (junto ao vértice geodésico da Vigia). Podemos observar a berma da praia emersa e o campo dunar contíguo que se estende até à Lagoa de Santo André a sul.

A abertura artificial anual é feita nas marés equinociais da Primavera (por volta da Páscoa), recorrendo a máquinas. Estes episódios de ligação efémera da lagoa ao oceano, alteram a morfologia da praia em frente à embocadura da lagoa. Esta zona da praia, apesar de apresentar um aspecto contínuo ao longo da berma frontal, assistiu a períodos de abertura ao oceano que se podem observar nas cicatrizes da destruição da barreira detrítica. Em frente à embocadura, a berma apresenta um declive em direcção à lagoa, resultado dos episódios de galgamento pelas ondas mais altas. O cordão dunar frontal na margem norte da lagoa, encontra-se parcialmente destruído devido à ocorrência de episódios de galgamento.

Na maior parte do ano a Praia de Melides é uma praia larga, sendo que a praia emersa é na sua maior extensão limitada na direcção de terra pela presença de dunas embrionárias e por um cordão dunar frontal. É excepção a zona da embocadura da Lagoa de Melides onde o cordão dunar se encontra destruído pelos episódios de galgamento (Figura 36). O perfil de Verão da Praia de Melides apresenta duas ou mais bermas e mantém-se com um declive muito acentuado (Figuras 36 e 37). Para sul da Praia de Melides a linha de costa do ALTS caracteriza-se por praias mais largas, com declives de praia mais acentuados e por sedimentos mais grosseiros. As areias de praias são grosseiras e muito grosseiras, mesmo na face da praia. Esta dimensão de sedimentos facilita a rápida infiltração da água do oceano após o espraio da onda, mantendo a forte inclinação da face da praia e produzindo um som característico. É notória a presença de crescentes de praia, quer nas bermas mais internas da praia, quer na berma frontal (Figuras 36 e 37). Em alguns períodos do ano é possível observar a acumulação de grandes quantidades de conchas nas bermas da praia (“arribadas”) juntamente com grãos de cascalho fino, que foram transportadas pelo espraio das ondas mais altas.

10-02 – Base da arriba junto ao marco da Vigia- acesso norte da Praia da Lagoa de Melides (N 380 08’ 06.4’’- W 80 47’ 29.2’’):

Ao descer até à praia, pelo limite norte da arriba, é possível observar a arriba. Esta arriba constituída por rochas sedimentares detríticas pouco consolidadas sofre erosão subaérea pelo efeito das águas das chuvas tal como se verifica nas praias da Galé e da Aberta Nova formando, na sua base, cones de dejecção (Figura 37). Estes cones de dejecção são constituídos por sedimentos provenientes da arriba e muitas vezes estão cobertos por areias mais finas que constituem dunas incipientes parcialmente vegetadas.

Junto da arriba (N 380 08’ 06.4’’- W 80 47’ 29.2’’) é possível observar uma sequência sedimentar horizontal (Figura 38). O topo está representado por camadas de diferentes cores de areias com intercalações pouco espessas de cascalheiras (Figuras 39 e 40) (amarelados, alaranjados-acastanhados e esbranquiçados). Para a base diminui a importância das fracções mais grosseiras e aumenta a componente argilosa e a consolidação das rochas sedimentares (Figura 41).

Figura 37- Vista panorâmica para N da Praia de Melides a partir do topo da arriba (junto ao vértice geodésico da Vigia). Note-se a erosão subaérea das arribas e a deposição de sedimentos na base sob a forma de cones de dejecção. Para norte as arribas diminuem de cota e encontram-se parcialmente cobertas pelas dunas. A praia emersa é extensa e na parte interna são visíveis dunas incipientes.

Figura 38- Sequência sedimentar de rochas detríticas do Plio-Plistocénico da arriba da Praia de Melides (a N da Lagoa de Melides).

Figura 39- Pormenor das camadas de cascalheiras do Plio-Plistocénico da arriba da Praia de Melides (a N da Lagoa de Melides).

Figura 40- Pormenor da alternância de camadas de cascalheiras e de areias do Plio-Plistocénico da arriba da Praia de Melides (a N da Lagoa de Melides).

Figura 41- Pormenor das camadas de siltito-argilito que surgem na base da sequência sedimentar que constitui a arriba da Praia de Melides (a N da Lagoa de Melides).

Adicionar novo comentário